terça-feira, 22 de maio de 2012

Cuidados básicos pra evitar bactérias

Recentemente tivemos um evento aqui na Instituição onde trabalho (quase o verbo trabalhava, rsss)  chamado CIC - Congresso de Iniciação Científica. Esse ano teve uma palestra com  Roberto Fiqueiredo, o " Dr. Bactéria", aquele que tinha um quadro no Fantástico.

Claro, muita coisa é exagero como: não pode assoprar a velinha do bolo porque está jogando milhares de bactérias sobre  o dito bolo. Mas como vou falar pro meu filho: "Filho não pode assoprar a velinha ...."

Mas tem coisas que vale a pena levar em consideração e que nós podemos, de uma forma simples, tomar mais cuidado. Sabemos que o mundo está infestado de bactérias  e que muitas vezes nosso organismo cria  sua própria defesa contra elas, mas, se puder evitar... melhor.

Aí vão algumas dicas simples para o nosso dia-a-dia:


 Esponja da cozinha (a grande vilã): Ela tem a duração de 1 semana, por isso deve, diariamente no final do dia, ser lavada da seguinte forma: coloque água em uma panela e quando começar a ebulição você joga a esponja dentro e deixe por 5 min., retire, torça e deixe secar em um lugar seco, nunca deixe a esponja sobre o sabão dentro do potinho.



Paninho de cozinha : Nunca o deixe sobre a pia depois de usá-lo. Ele contém 1 milhão a mais de bactérias do que a tampa do vaso sanitário (cruzes, que nojo).Se estiver úmido tem que lavar com água sanitária, colocar pra secar e passar a ferro bem quente.


Lixo em cima da pia : Lixeirinhas nunca devem ser colocadas em cima da pia. O lugar certo é o chão (OMG, faço tudo errado,rssss), do contrário, vai ter de cozinhar ao lado do lixo.



Fruta em fruteira : Você não pode lavar a fruta em temperatura ambiente. Ela tem que estar gelada, o lugar correto é na geladeira.



Alimento mais suscetível às bactérias : O campeão é a maionese caseira. Ela deve ser eliminada da face da terra (OOOOOOOMG, eu amo a maionese caseira que eu faço). Mais de 40% das doenças são causadas pela maionese por causa dos ovos crus. Não se pode usar nada que tenha ovos crus ou semi-crus, gema mole, gemada... Esqueça tudo isso. Antigamente, não se tinha salmonela, por isso nossos pais, e avós tomavam gemada à vontade e não tinham nada. A salmonela entrou no país em meados de 1992.



Ferver o leite : Quando se utiliza o leite de caixinha e o de saquinho pasteurizado, não precisa ferver, mesmo porque ambos passaram pelo processo de fervura industril (pasteurização). Agora aquele leite que pegamos do leiteiro, que vem direto da vaquinha, esse precisa de cuidados, é bom, é super puro, mas precisa de alguns cuidados. Não ferver ferver ferver o leite até subir ou "cozinhar" o coitado. Quando começar a sair a fumacinha pra ferver  pronto, desligue e não deixe mais que 2 horas fora da geladeira. Se "cozinhamos" o leite (quando ele ferve ferve ferve e ficamos mexendo achando que estamos matando os bichinhos) estamos tirando todos os nutriente e vitaminas, no final fica uma água sujinha e achamaos que está perfeito assim né.


Banheiro :  Quando usamos o banheiro e apertamos a descarga , feche a tamapa do vaso sanitário. Nunca deixe aberta. Quando apertamos a descarga com tampa aberta, estamos espalhando milhõe de bactérias no ar e elas se alojam em tudo que estiver dentro do banheiro, inclusive nas escovas de dentes que ficam nos potinhos sobre a bancada da pia, algumas ainda vem com tampinhas ou as escovas estão com proteção, mas caso contrário, você poderá estar escovando os dentes com bactérias vindas dos cloriformes fecais (cruuuuuuuuuuuuuzes... )



Lavar as mãos é o segredo : Não é aquele lavar as mãos psicológicos, Tem que lavar com paciência, usar água e sabão, esfregar. Só isso fará com que você reduza em 80 % as chances de passar uma doença infectocontagiosa pra alguém.


Por incrível que pareça, o lugar mais contaminado da casa não é o banheiro, porque lá tomamos o cuidado de estar sempre limpo e lavado. O lugar mais contaminado é a cozinha mesmo, onde recebemos diariamente hortaliças , carnes, sacolinhas  e outras coisas vindas da rua.

Então tomemos cuidados flores, saúde é tudo !

Beijos flores de lavanda...

Juliana

6 comentários:

  1. Ju, essa postagem parece feita por minha mãe,rsrsrs.
    Acredite, tudo isso foi assimilado por nós (menos por uma irmã que vive desafiando o "perigo"). Foi difícil passar isso para o meu marido, não que minha sogra fizesse de forma diferente, ele é que era descançadão mesmo. Mas graças a Deus o tempo passou e consegui implantar essas hábitos em casa, além de um montão de outros que minha mãe sempre passou pra nós como essenciais. Acho que funciona, pois dificilmente alguém fica doente com alguma encrenca arrumada por coisas parecidas.
    Bjks no coração

    ResponderExcluir
  2. Adoro este tipo de dicas,vivo lendo sobre,aqui em casa temos alcool Gel já disponivel,chegou da rua já e costume,lavamos as mãos e alcool na hora,o que me mata mesmo e a espoja,minha sogra vem aqui 400 vezes por mês(ta bom,umas duas ou três)e ela tem um costume que não adianta falar,um não...vários que eu ODEIO....
    Ela lava duas xicaras,panelas nunca,só pra dizer que lava e depois joga a esponja dentro da pia,ela nem se da ao trabalho de lavar a cuba da pia,ja falei,dei mil pitacos,indiretas sobre isso,mas ela lava uma xicara e joga a esponja dentro da pia,e eu...jogo fora de raiva(eu sei que sou chata,se você conhecesse minha sogra saberia que ela faz isto por birra.
    Uma das coisas mais perigosas....adultos comerem ou beberem no mesmo prato que a criança.Ela e mestre nisso,se compro alguma coisa,pergunto se ela aceita na hora,ela diz que não,eu viro as costas e ela pega o copo da Maite e chupa no mesmo canudinho,ou pede um pouco na colher dela.Vou te contar o porque da minha zanga.
    Certa vez meu marido viajou para fora a trabalho,no dia da chegada ele me ligou e disse que ficaria mais três dias em São Paulo,mas ele achava que seria bom porque ele estava com uma virose forte,Maite tinha dois anos,dois dias depois ele se sentiu melhor e veio,morto de saudade da nenem,nos sentamos a mesa para jantar e papai pegou a colher que estava usando e colocou do pratinho da Maite e na boquinha dela
    com purezinho de batata(a colher dele).
    As 20:00 Maitê estava dançando na sala ao som da Xuxa....super alegre....as 21:00 ela dormiu e coloquei no berço,uma meia hora depois ela chorou,eu fui lá ela estava vômitando...Sete dias internada com a virose,o pai já estava bom,mas ainda assim pegou...quase morri..ela ficou tão magrinha,as veias sumiram,tomou soro até no pé, e nem chorava....NUNCA MAIS DEIXAMOS...mas minha sogra pode estar gripada ou com qualquer problema que ela não liga,beija Maitê,pega o copo dela e toma o suco e devolve....
    Por estas e outras,mês passado Maitê pegou a gripe dela e ficou ruim,cancelamos uma viagem por causa da gripe....sou chata,eu sei...mas nos adultos temos que ter responsabilidade,as crianças não tem imunidade forte,depois e só dor.
    Bjs
    Deusa
    vasinhos coloridos

    ResponderExcluir
  3. Oi Juliana! Adorei as dicas, bem práticas e aplicáveis ao dia-a-dia. Faço muitas coisas erradas heheh, como ter fruteira, manter o paninho na pia...Valeu, vou cuidar disso!

    ResponderExcluir
  4. Muito boas essas dicas! Amei seu blog, voltarei mais vezes...
    Bjokas de catarinense!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, tô fazendo um montão de coisas erradas...rsrs
    bjosss

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, tudo bem?
    Entrei para conhecer seu cantinho. Gostei muito de tudo que vi. Parabéns o blog está lindo. Já estou seguindo. Depois passa lá no meu cantinho de artesanato, será um prazer, ótimo fim de semana pra vc, bjs
    Claudiana
    http://encantosempontocruz-barbie.blogspot.com

    ResponderExcluir